Programa de Festas

Fevereiro 15, 2009

Vamos Cantar o Zeca

Anúncios

Novembro 15, 2008

Homenagem a António Ramos Rosa e Casimiro de Brito

Sou nómada e basta-me
Beber a água que vem da montanha
E olhar a mica do céu onde se reflectem
As mutações da Coisa — o pó
Que nela pousa. A teia do conhecimento
Está podre e não vou
Deitar-me nela. Escrevo porque sou um arco
Que vai acumulando alguns restos
Alguma dor algum vento perfumado
E subitamente dispara. Cinza. Palavras
Que não têm deuses nem brilho nem nada.

Da frágil sabedoria – 2001

Dia 19 de Novembro, às 21h30

Lançamento do livro “69 poemas de amor”, da autoria de Casimiro de
Brito

– Sessão de poesia em torno da obra destes dois poetas, por Afonso Dias
e Tânia Silva ( ver
este site)

 A Biblioteca Municipal António Ramos Rosa situa-se em Faro, na Rua Carlos Porfírio -Telef. 289897500

Julho 22, 2008

ANTÓNIO LOBO ANTUNES – PRÉMIO CAMÕES

O escritor António Lobo Antunes vai receber o Prémio Camões na próxima sexta-feira, dia 25, às 18h30, nos claustros do Mosteiro dos Jerónimos.

O Prémio, o mais importante para autores de língua portuguesa, atribuído ao romancista em Março de 2007, pelo conjunto da sua obra, vai ser entregue no âmbito da Cimeira da CPLP pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e pelo Presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

Instituído em 1988, pelos governos de Portugal e do Brasil, o Prémio Camões é anualmente outorgado a autores cuja obra contribua para o enriquecimento do património literário e cultural da língua portuguesa.

O júri da 19ª edição do Prémio, constituído por Fernando J.B. Martinho e Maria de Fátima Marinho (Portugal), Letícia Malard e Domicio Proença Filho (Brasil), João Melo (Angola) e Francisco Noa (Moçambique), justificou, na altura, a distinção a Lobo Antunes pela “mestria em lidar com a língua portuguesa, aliada à mestria em descortinar os recessos mais inconfessáveis do ser humano, transformando-o num exemplo de autor lúcido e crítico da actualidade literária”.

Segundo nota da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, o Prémio Camões, instituído por Portugal e pelo Brasil em 1989, é o maior prémio de prestígio da língua portuguesa. Com a sua atribuição, é prestada anualmente uma homenagem à literatura em português, recaindo a escolha num escritor cuja obra contribua para a projecção e reconhecimento da língua portuguesa”.

Não perca esta semana a versão integral da grande entrevista que o escritor concedeu à Revista  VISÃO.

Excepcional. A fotografia é da autoria de José Carlos Carvalho – Visão

Diz o escritor na sua última crónica semanal publicada na Revista Visão da passada semana: “(…)” Se alguma dignidade de homem tenho, deu-me a Arte. Hipócrates: a Arte é longa, a Vida breve, a Experiência enganadora e o Juíizo difícil. O meu pai tinha isto num rectângulo de papel (…)”

Julho 2, 2008

DA WEASEL | INSÍGNIA E MEDALHA DE OURO “MÉRITO CULTURAL DA CIDADE DE ALMADA”

 

   

“A Câmara Municipal de Almada deliberou atribuir ao grupo Da Weasel a Insígnia e Medalha de Ouro de “Mérito Cultural da Cidade de Almada”, distinção que será entregue no próximo dia 8 de Julho, no salão nobre da Academia Almadense.

O início está previsto pelas 21:00.

É com grande satisfação que a banda recebe a notícia, num ano em que a agenda de espectáculos tem sido o culminar de uma longa temporada de árduo trabalho.

Editado há pouco mais de um ano, o último trabalho de originais do grupo – “Amor, Escárnio e Maldizer” – já se deu a conhecer na maior parte dos palcos portugueses, onde se destacam as Semanas Académicas de norte a sul, vários Festivais de Verão (“Oeiras Alive”, “Creamfields” Lisboa, ou “Marés Vivas” de V. N. de Gaia) e a grande comemoração da Tour no Pavilhão Atlântico, que contou com alguns convidados de peso, não esquecendo o espectáculo na Sala Capitol, em Santiago de Compostela, no passado mês de Abril”.

Nada mais haverá a acrescentar. Todos os que admiram os Da Weasel não podem ficar indiferentes a esta notícia. Eles são, genuinamente, “nossos”. Eles fazem parte do quotidiano de muita gente deste pequeno rectângulo à beira mar plantado. Eles são do melhor que temos por aqui.

Em muitos aspectos.

Obrigado, Da Weasel.

Site da banda, aqui.

Junho 24, 2008

Queen e Simple Minds – homenagem – concerto por Mandela

Filed under: homenagem — profestas @ 6:34 pm
Tags: , ,

                             

O antigo líder sul-africano Nelson Mandela será homenageado em Junho em Londres, por ocasião do seu 90º aniversário, com um mega-concerto com dezenas de artistas internacionais, escreve a agência Lusa.

No Hyde Park actuarão, entre outros, Queen, Leona Lewis, Simple Minds, Annie Lennox, o Soweto Gospel Choir, Shirley Bassey, Razorlight, Sugababes e Zucchero, aos quais se poderão juntar ainda os U2, Amy Winehouse e as Spice Girls.

Intitulado «46.664» – número com o qual Mandela era identificado quando esteve preso – o evento decorrerá a 27 de Junho no Hyde Park, em Londres, no último de três dias de eventos destinados a celebrar os 90 anos do antigo presidente da África do Sul.

É esperada uma audiência de pelo menos 46.664 espectadores, com as receitas de bilheteira a reverterem para a luta contra a SIDA.

«Todos sabem que eu já devia estar reformado, mas os meus amigos e as organizações de solidariedade que adoptaram o meu nome querem aproveitar o meu 90º aniversário para angariar mais fundos e eu, é claro, quero ajudá-los», disse o Nobel da Paz em comunicado divulgado esta terça-feira.

Nelson Mandela, activista anti-Apartheid e antigo presidente da África do Sul, passou 27 anos na prisão, tendo sido libertado em 1990.

Maio 16, 2008

Isabel da Nóbrega – Prémio Consagração de Carreira

A escritora Isabel da Nóbrega foi distinguida com o Prémio Consagração de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), que lhe será entregue a 21 de Maio.

Autora de romances, contos, peças de teatro e crónicas, Isabel da Nóbrega, de 83 anos, estreou-se com o romance «Os Anjos e os Homens», em 1952, a que se seguiram as peças «O Filho Pródigo» e «O Amor Difícil», que foi representada no Teatro Nacional D. Maria II.

Em 1964, publicou o romance «Viver com os Outros», que lhe valeu o Prémio Camilo Castelo Branco.

Integrou o grupo fundador do jornal A Capital, no qual colaborou como cronista, bem como nos jornais Diário de Lisboa, Diário de Notícias e Primeiro de Janeiro, na revista Vida Mundial e nas rádios Antena 2, Antena 1 e RDP Internacional, em que mantém um programa chamado «O Prazer de Ler», de segunda a sexta-feira.

O Prémio Consagração de Carreira da SPA distinguiu em edições anteriores Fernando Lopes-Graça e Carlos Paredes (1994), Manoel de Oliveira (1996), Lagoa Henriques (1997), Jaime Gralheiro e Jaime Salazar Sampaio (1998), Artur Ramos (1999), Urbano Tavares Rodrigues e Vitorino (2000), José de Guimarães e Carlos do Carmo (2001), Jorge Palma (2002), Matilde Rosa Araújo (2004), Igrejas Caeiro (2005), Raul Solnado (2006) e António de Macedo (2007).

Bem hajas, Isabel.

Março 17, 2008

Maria de Medeiros – Artista da UNESCO para a Paz

Filed under: diversos,homenagem — profestas @ 5:48 pm
Tags: , ,

maria de medeirosA actriz, realizadora e cantora Maria de Medeiros, filha do maestro António Vitorino de Almeida, é agora a “nossa” artista para a Paz, nomeada pela UNESCO.

Escusado será dizer que é uma personalidade fascinante.

Foi protagonista de diversos filmes : ela interpretou, por exemplo, o difícil papel de Anaïs Nin em Henry & June (1990), de Philip Kaufman, e esteve ao lado de Bruce Willis em” Pulp Fiction” (1994), de Quentin Tarantino.

Premiada com os Prémios de Melhor Actriz nos Festivais de Veneza, Valência e Cancun, realizou também o filme “Capitães de Abril”, de 1999.

Uma lufada de sonho e de homenagem àquela madrugada sempre presente.

Em 2007 fez parte do júri do festival de Cannes e estreou-se como cantora com o álbum “A Little More Blue”, onde canta temas de Chico Buarque e Gilberto Gil. Em breve actuará em Moçambique.

Resta dizer: parabéns, Maria. E saber reconhecer os valores deste país, como muitas vezes acontece lá fora, e não tanto “cá dentro”, em tantas áreas dos saberes e talentos que por aí vamos espalhando.

Create a free website or blog at WordPress.com.