Programa de Festas

Julho 31, 2008

Tocá Rufar em Valença!

Filed under: percussão,programações — profestas @ 6:52 pm
Tags: , , ,

Anúncios

Julho 8, 2008

WOK – Ritmo Avassalador – Digressão 2008

Junho 27, 2008

WOK – Ritmo Avasssalador – Hoje no Tambor Q Fala

www.tocarufar.com

Junho 21, 2008

Hoje no Tambor Q Fala – Wok Ritmo Avassalador

Filed under: concerto,percussão — profestas @ 3:23 pm
Tags: , , ,

www.tocarufar.com

Maio 30, 2008

Festival Portugal a Rufar – Festival Internacional de Percussão

Maio 21, 2008

Festival Portugal a Rufar – Festival Internacional de Percussão

Informação Tocá Rufar

Maio 15, 2008

Festival Portugal a Rufar – Festival Internacional de Percussão

Informação Tocá Rufar

Abril 30, 2008

Portugal a Rufar – Festival Internacional de Percussão

Para mais informações: www.portugalarufar.com

Abril 15, 2008

Wok – Ritmo Avassalador

Filed under: percussão — profestas @ 10:19 pm
Tags: , , , ,

Março 22, 2008

Orquestra de Percussão “Eclodir Azul”

Filed under: percussão — profestas @ 9:24 pm
Tags: , , , , ,

eclodir azul

Numa pequena introdução sobre uma orquestra de percussão sediada na grande Lisboa, falamos de um sonho, quando Ismael e Isnaba tinham cerca de seis anos, e a música já os tinha conquistado quando rumaram a Portugal vindos da Guiné.

Falamos da Orquestra de Percussão Eclodir Azul, inserida num projecto sem fins lucrativos ligado à problemática da juventude, com inscrição gratuita, e que hoje se traduz pela presença de mais de 170 jovens.

eclodir azulUm projecto que promove a inclusão de jovens num ambiente de harmonia e igualdade, transmitindo-lhes o civismo, a capacidade de convivência, o prazer, a paixão, a energia, a alegria e a vitalidade, através da música feita do timbalão, da caixa de rufo e do bombo, produtos artesanais de madeira, esticadores em couro e peles de cabra, fabricados no norte de Portugal.

Falamos do Eclodir Azul que mora em Loures, que trabalha principalmente com jovens da sua área, e mora também noutras partes do mundo, onde o seu trabalho e valor têm sido reconhecidos e valorizados.

Quando conversámos com o Ismael e o Isnaba, que representam dezenas de pessoas, vimos a chama daquele “brilhozinho nos olhos”, e foi impossível captar todos os pormenores da dimensão que se adivinhava do alto dos seus 24 anos.

eclodir azulFoi com eles possível aprender lições de firmeza e de vontade, e de uma intensa e comovente alegria nas suas convicções, desde aquele dia, em 1999, quando surgiu um grupo já então chamado Eclodir Azul, e de outros dias, em 2002, quando nasceram os primeiros temas originais concluídos, baseados na música tradicional portuguesa em harmonia com os ritmos da actualidade urbana, uma ponte entre o tradicional e o moderno.

Foi com eles possível ouvir alguns relatos da sua história recente, como aquele dia, de 1 de Outubro de 2005, em que foi oficialmente criado o grupo de Percussão Eclodir Azul, ainda sem instrumentos para tocar, e realizando os seus ensaios com bidões de metal e plásticos de 200L.

Foi fascinarmo-nos, com eles, pelo tal brilhozinho nos olhos, quando se soube do convite ao Eclodir Azul pelo Brouhaha International para representar Portugal no evento Liverpool International Street Festival, evento que reuniu mais de 20 países de todo o mundo, de Julho a Agosto de 2006.

eclodir azulOu quando a orquestra Eclodir Azul participou, em exclusivo, na gravação de um anúncio televisivo para promoção de Liverpool como Capital Europeia da Cultura 2008.

Ou quando se sabe que realizam formação, workshops de percussão nas escolas, que actuaram na Grécia em 2007, e que em 2008 têm projectos em curso, mormente na Índia.

E tanto mais. Mais “lá fora” do que “cá dentro”.

E acima de tudo, foi comovente saber daqueles gestos solidários junto da comunidade, junto dos jovens, e daquele esforço diário, da alegria, dos ensaios “fora de horas”, dos valores e sentimentos que se sente neles, que se sabe logo ali, que lhes está na pele e na esperança que não esmorece.

Quando se está, olhos nos olhos, com estes jovens músicos, quando se observa o seu trabalho e a sua constância, pressente-se um valor dificilmente caracterizado por palavras breves.

eclodir azulMas as palavras, estas, curtas e breves, são apenas um modo de sentir, e transmitir, a sensação de “terra descoberta” que vale a pena apreciar, e que vale a pena acarinhar e promover.

Eles sabem que ainda não têm dimensão para o chamado grande espectáculo, com apoios e grandes subsídios, e dignos de aparecer nos ecrans das televisões. Infelizmente, diga-se de passagem.

É algo de perturbador, o Eclodir Azul. E esse é, precisamente, o seu (ainda) misterioso valor.

Esperemos que, um dia, a cidade, o país, os saiba reconhecer. No brilhozinho dos seus olhos, e no entusiasmo da sua música.

Nós, por cá, estaremos com eles. E acompanharemos de perto o seu eclodir.

Resta dizer que as imagens aqui apresentadas foram feitas durante o ensaio que decorria quando fomos visitar o Eclodir Azul – Orquestra Portuguesa de Percussão.

Páginas: Eclodir Azul – Orquestra Portuguesa de Percussão. (site), http://palcoprincipal.clix.pt/eclodirazul (blog)

Contactos:

Tel.: 912446536
Fax: 219822826
E-mail: eclodirazul@eclodirazul.com

Tucanas – “Maria Café” no Maxime

Filed under: percussão — profestas @ 1:25 am
Tags: , ,

“É com enorme prazer e orgulho que «temos a honra de apresentar» um dos mais originais colectivos artísticos de Portugal: as Tucanas!

Dia 27 de Março de 2008 o Cabaret Maxime recebe com “bombo e circunstância” este quinteto feminino, que vem apresentar o seu primeiro registo discográfico, de título «Maria Café». Se não conhece, espreite-as, e abra o apetite em  www.myspace.com/tucanas.

Pela primeira vez desde a pilha alcalina de Edison, o palco do Maxime recebe um espectáculo de cariz quase que exclusivamente acústico. O som inconfundível das percussões, das vozes e do acordeão das Tucanas será captado por microfones apenas para fins de registo e emissão online (e também para castigar os vizinhos!), pois dentro da sala, a sua música – resultante do  cruzamento de influências populares portuguesas, brasileiras e africanas, com fortíssima componente percussiva, poderia não ter amplificação.

Por uma noite, façamos uma pausa, esqueçamos o universo pop/rock e as lantejoulas do cabaret, e mergulhemos na sonoridade pura do som acústico – no feminino – dos melhores de Portugal: «Maria Café» ao vivo, pela mão das Tucanas!”

quinta . 27 março 08 . bilhetes € 10,00
abertura de portas 22h00 . espectáculo 23h30
cabaret maxime – pç. alegria, 58 em lisboa
reserva de mesas tel. 213467090 . 967045836 . 916350427

outras informações:
deluxe@banana.com.pt . tm 962804368
www.myspace.com/bananaproducoes
 
tucanas contacto para espectáculos:
fsvieira@spot.mediacapital.pt

Janeiro 5, 2008

Drum “n” Perkussion – Ribeira 2007 – Carlos Mil Homens

Filed under: memórias,percussão — profestas @ 6:53 pm
Tags: , ,

Site no WordPress.com.