Programa de Festas

Agosto 13, 2008

ARTESANATO AO VIVO, AMANHÃ, NO LARGO DA PORTA NOVA – Barcelos

Filed under: artesanato — profestas @ 5:54 pm
Tags: , ,

Artesãos trocam ateliês
pelo centro histórico de Barcelos

Um misto de peças de artesanato em ferro, madeira, bordados, caricaturas, abanadores, lenços dos namorados figurado e galos é o que pode ser encontrado amanhã (dia 14) em pleno Largo da Porta Nova, em Barcelos. Isto porque, amanhã é dia de Artesanato ao Vivo e oito artesãos barcelenses trocam os seus ateliês pelo centro histórico da cidade.

Pelas 9h30, a equipa de artesãos instala-se no Largo da Porta Nova, com o material e as matérias-primas necessários à criação dos seus artefactos. Ali permanecem até cerca das 16 horas, trabalhando e mostrando ao vivo o seu habilidoso trabalho de mãos.

Integrado no programa de “Animação de Verão 2008”, promovido pelo pelouro do Turismo da Câmara Municipal de Barcelos, o Artesanato ao Vivo representa uma oportunidade única de assistir ao vivo ao trabalho dos artesãos de Barcelos, permitindo ainda o contacto directo com os artistas.

Com o decorrer do Verão, e a permanência de muitos turistas e visitantes na cidade, esta é mais uma forma encontrada pela autarquia para valorizar não só o artesanato local, mas também a animação turística da cidade.

Amanhã, no Largo da Porta Nova, junto ao Centro de Artesanato, marcarão presença os artesãos: Joaquim Esteves (caricatura), Adriano Faria (ferro), Lourdes Ferreira (figurado pintado), Ermelinda Rodrigues (bordados de crivo), Elisabete Rodrigues (lenços dos namorados), Joaquim Cruz (abanadores), António Coutinho (miniaturas em madeira) e Helena Silva (galos).

Anúncios

Julho 11, 2008

Exposição “O vinho no Artesanato de Barcelos”

Filed under: artesanato,diversos,exposições,sugestões — profestas @ 5:19 pm
Tags: , , ,

“O Vinho no Artesanato de Barcelos” é a exposição que, a partir de 11 de Julho, estará patente na Sala Multimédia do Posto de Turismo de Barcelos. Até 31 de Agosto, podem ser apreciados mais de 30 obras de arte assinadas por 20 artesãos de Barcelos. A entrada é livre.

Organizada pelo pelouro do Turismo da autarquia barcelense, no âmbito do Ciclo de Exposições de Valorização do Artesanato de Barcelos, esta exposição tem a dupla funcionalidade de divulgar o vinho verde do concelho e evidenciar a riqueza do artesanato local. De referir que o concelho Barcelos tem fortes tradições nas produções vitivinícolas, estando no coração da região demarcada dos Vinhos Verdes.
Algumas peças em exposição foram criadas propositadamente para o certame, enquanto outras são pertença de colecções pessoais dos artistas ou particulares.

Entre os artesãos representados, encontram-se nomes de referência da actualidade: Júlia Ramalho, Conceição Sapateiro, Carlos Baraça, Mistério, João Ferreira, Lurdes Ferreira, Júlio Alonso, Júlia Côta, Laurinda e Eduardo Pias entre outros, e alguns vultos do passado recente do artesanato barcelense, como Francisco Branco e Maria Sineta.
Para além das peças de artesanato, a exposição contempla ainda uma mostra promocional de alguns dos produtores vinícolas de Barcelos.

A exposição pode ser visitada até ao último dia do mês de Agosto, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18 horas; aos sábados, das 10h às 13 horas e das 14h às 17horas; e aos domingos domingos, das 10h às 13horas e das 14h às 16 horas.

Ainda inserida neste evento de promoção do vinho verde de Barcelos, amanhã, dia 12, a autarquia organiza mais um Rota “Conhecer Barcelos com as Quintas do Vinho Verde”. Desta feita, serão visitadas, a partir das 14h30, as Quintas da Franqueira, de Santa Maria e de Tamariz.

CMBarcelos

Junho 24, 2008

Exposição “Manuel Macedo: 25 anos de figurado” – Barcelos

“Manuel Macedo: 25 anos de figurado” é a exposição que está patente ao público no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Barcelos.
Inserida no Ciclo de Valorização do Artesanato de Barcelos, esta mostra é uma viagem rememorativa pelos 25 anos de carreira do artesão barcelense Manuel Macedo.
São mais de meia centena de peças únicas disponibilizadas pelo autor e por alguns coleccionadores, que evidenciam a obra do artesão nestes 25 anos em que se dedicou, em exclusivo, à modelação do barro e ao figurado de Barcelos. São peças muito coloridas, com uma tonalidade própria, em que os olhos esbugalhados das figuras são imagem de marca deste artista.

Com este evento, para além de uma homenagem ao artesão, pretende-se contribuir para a renovação e inovação do figurado de Barcelos, lançando contributos para o futuro deste legado cultural e patrimonial.
A obra de Manuel Macedo é um bom exemplo da capacidade de inovar e evoluir, sem desvirtuar a génese cultural desta arte. A expressividade das suas peças e a coloração que lhe imprime fez com que rapidamente ganhasse um espaço muito próprio no contexto dos figuristas do artesanato de Barcelos. O rigor na modelação e a excelência na pintura distinguem os seus trabalhos que são uma forma de inovação no figurado, isto apesar de respeitar as temáticas tradicionais como a religião, os santos populares, o mundo rural, o quotidiano, as profissões, etc.

Organizada pelo pelouro do Turismo e Artesanato do Município de Barcelos, esta exposição tem por objectivos mostrar a obra deste artista, que é um dos mais conhecidos embaixadores do figurado barcelense em terras lusas, mas também mostrar a evolução nas formas e no aspecto cénico que as peças de figurado podem obter, sem desvirtuar as temáticas de base que compõem a herança e a tradição desta produção artesanal barcelense.

A mostra pode ser visitada até 20 de Julho, todos os dias, das 9 horas às 12h30 e das 14h às 17 horas. A entrada é livre.

Fevereiro 9, 2008

Sedução e Arte… no Feminino

Filed under: artesanato — profestas @ 6:45 pm
Tags: ,

Não, não vamos falar na maçã de Eva, nem na Branca de Neve adormecida, nem em Cleópatra, nem de Casanova, nem sequer de Afrodite, a deusa do amor, nem na sedução de seios, braços nus, cabelos ao vento.

Mas sim na exposição no Arte da Terra, que é um espaço comercial dedicado ao que de mais genuíno existe no artesanato nacional, e não menos sedutor…no feminino.

Com origem que remonta aos Lenços Senhoris do sec. XVII e XVIII, foram posteriormente adaptados pelas mulheres do povo, que lhes conferiram características de índole popular.

A intenção, envolta na arte do saber bordar, era a de seduzir aquele que seria o amor da vida da jovem que se propunha a bordar um lenço.

A exposição vai estar até 2 de Março instalada no coração histórico da cidade de Lisboa, num espaço magnífico dos finais do sec. XII, onde as vertentes históricas e culturais do edifício se conjugam na perfeição com os conteúdos.

http://www.aartedaterra.pt/

Create a free website or blog at WordPress.com.