Programa de Festas

Março 4, 2009

Conferência FALANDO DE FADO – Galeria Colorida

Filed under: conferência,exposições,fado,Uncategorized — profestas @ 10:04 pm

Conferência FALANDO DE FADO, com Adalberto Alves, seguido de excerto do espectáculo “Papoila de Odiana”, Dançar a Poesia de Almutâmide, com Elsa Shams, Eduardo M. Raposo, Tiago Bensetil e Nuno Faria

Sábado, 07 de Março, 17:00

José Adalberto Coelho Alves, advogado, poeta, ensaísta e dos poucos arabistas em Portugal.
Pelos seus valiosos trabalhos em prol da divulgação da cultura árabe pelo mundo, recebeu em Novembro em Paris o Prémio Sharjah para a Cultura Árabe, criado pela Unesco em 1998, no valor de 30.000 dólares. Adalbert Alves foi enaltecido por ter “inspirado muitos escritores portugueses e espanhóis a divulgar a história da cultura árabe do Gharb al-Andalus”

Elsa Shams, bailarina e coreografa, estuda danças tradicionais da cultura árabe desde 1998. Em actuação transmite a energia e a força da mulher, mergulhando na cultura e na tradição e devolvendo de uma forma renovada, actual e contemporânea a tradição e o conhecimento ancestral.

 

Colorida Galeria de Arte
Rua Costa do Castelo, 63 – Lisboa
Tel 211 512 142
http://www.colorida.pt/

Anúncios

Setembro 3, 2008

Efémero.Criação.Acontecimento. Instituto Franco-Português – 16 e 17 de Setembro

A Arte… não produz conceitos, ainda que proponha problemas e provocações.
Mas gera sensações, afectos e intensidades.
Esse é o seu modo de propor problemas, que por vezes se alinham com… conceitos.

Elizabeth Grosz – [Chaos, Territory, Art: Deleuze and the framing of the earth,
New York, Columbia University Press, 2008, p. 1]

O Encontro Efémero.Criação.Acontecimento visa reunir investigadores universitários, criadores e mediadores culturais para uma reflexão e um debate capazes de aprofundar o conhecimento sobre a Arte, em particular a que é realizada em Portugal. Objectivo complementar: discutir criticamente os caminhos que a Criação pode percorrer quando lhe importa rever a sua dimensão estética e política, no seio da sociedade actual.

Repensar a nossa relação com o Efémero e aceitar o desafio do Acontecimento, em antecipação de uma Bienal da Luz, são duas acções articuladas que motivam uma visão estratégica sobre a problemática da criação na contemporaneidade. Se os convidados estrangeiros Christine Buci-Glucksmann [França] e Malcolm Miles [Reino Unido] representam duas posições particularmente ricas e sólidas sobre as duas categorias que o Encontro procura debater, o conjunto de convidados nacionais oferece uma panorâmica abrangente e transversal da produção artística na actualidade, nomeadamente na sua relação não apenas com o mundo das ideias, mas com o próprio espaço urbano e o presente quotidiano.

Participantes, modelo e objectivos

Christine Buci-Glucksmann, José Manuel Rodrigues, Margarida Medeiros, Pedro Costa, Luís Oliveira, Susana Mendes Silva, João Fernandes, Pedro Amaral, Paulo Ferreira de Castro, Luís Carmelo, Malcolm Miles, Manuel Gusmão, Teresa Cruz, Jacinto Lageira, Pedro Bandeira, Delfim Sardo, João Tabarra, Miguel von Hafe Pérez, Tiago Guedes, Ana Pais, Pedro Cabral Santo, Carlos Vidal e Idalina Conde debatem a articulação entre dois conceitos filosóficos – o Efémero e o Acontecimento – fundamentais no âmbito da produção artística contemporânea.

Relevando o pensamento e experiências marcantes no campo da investigação, da mediação cultural e da actividade artística, em áreas diversas – das artes plásticas à música, do cinema à fotografia –, o encontro propõe-se não apenas como gesto cartográfico, mas sobretudo enquanto modelo de reflexão estratégica para a criação artística na actualidade e a sua afirmação em sentido lato.

Destinatários

Investigadores e estudantes do Ensino Superior, com relevo para as áreas da Filosofia e da Estética, da História e Crítica de Arte, das Artes Visuais e Performativas, das Ciências Sociais e de áreas projectuais como a Arquitectura, o Design ou o Urbanismo. Revestir-se-á de interesse também para quaisquer agentes e mediadores culturais, sem exclusão de outros profissionais do Desenho Urbano ou da Arte Pública, assim como de um público geral interessado nas questões da produção e da recepção da actividade artística”.

As sessões são abertas ao público. A entrada é livre.

efemero.acontecimento@gmail.com

Informação do Instituto Franco-Português

Create a free website or blog at WordPress.com.