Programa de Festas

Março 23, 2010

Gala de Solidariedade “Light In The Dark”

A Girassol Solidário – Associação de Apoio aos Doentes Evacuados de Cabo Verde é uma Associação sem fins lucrativos que desenvolve, em regime de voluntariado, acções de carácter humanitário, social, cultural e lúdico.

Estes doentes estão a precisar da nossa ajuda. São cerca de 300 pessoas distribuídas entre as pensões: Pensão 25 de Abril, Pensão Madeira e Estrela do Camões. Algumas vêm do interior das ilhas e falam mal português. Conhecem mal Lisboa. Têm muito pouco dinheiro para comer.

Perante este contexto o Kretcheu em pareceria com o Musicbox juntaram um grupo de artistas e amigos para ajudar nesta causa.

No dia 9 de Abril a partir das 22.30hrs venha dar o seu contributo no Musicbox em Lisboa.

Vamos ter uma Noite Especial com convidados Especiais:

CALÚ MOREIRA a Banda e Convidados:

AIRES SILVA, BOSS AC, LUIZ LATA, MÁRIO RUI, PROJECTO BARLAVENT4, YAMI e muito mais nesta Gala “LIGHT IN THE DARK”

A entrada são 8€ e pode levar roupas e comidas como massa, arroz, enlatados, etc..

UMA NOIE. UMA ESPERANÇA!

 
INF. 963660756
 
http://www.girassol-solidario.org/

Agosto 18, 2008

LUS – Nancy Vieira – Teatro das Figuras – Faro

Nancy Vieira confirma-se como uma referência obrigatória do panorama da World Music.
A princesa da voz de oiro, como a chamou Paulino Vieira, lança em 2007 o seu terceiro álbum, Lus, que aposta no cruzamento das sonoridades cabo-verdianas com sons de outras paragens, nomeadamente do Brasil, do Peru e de Cuba.

Nancy Vieira tem sido convidada a participar em discos e espectáculos de inúmeros artistas, de entre os quais se destacam Rui Veloso e Ala dos Namorados. A princesa da voz de oiro, como a chamou Paulino Vieira, lança em 2007 o seu terceiro álbum, Lus, que aposta no cruzamento das sonoridades cabo-verdianas com sons de outras paragens, nomeadamente do Brasil, do Peru e de Cuba. Nancy Vieira tem sido convidada a participar em discos e espectáculos de inúmeros artistas, de entre os quais se destacam Rui Veloso e Ala dos Namorados.

30 de Agosto de 2008, às 22H00 – Teatro das Figuras, Teatro Municipal de Faro 

Ficha artística e técnica

Nancy Vieira – Voz
Abel Batista – Percussão
Moisés Ramos – Teclas | Piano
Paló – Guitarra –  cavaquinho
Juvenal Cabral – Baixo
Duarte Moita – Técnico de som
Ricardo Pinto – Técnico de Luz

Duração do espectáculo
1 Hora sem intervalo

Preços:
1ª plateia, normal: 15 €
1ª plateia, maiores de 65: 11,25 €
2ª plateia, normal: 15 €
2ª plateia, maiores de 65: 11,25 €
Menores de 30: 5 €

Teatro Municipal de Faro

Julho 22, 2008

LURA – SINTRA – Centro Cultural Olga Cadaval

“Depois de “M´bem di fora”, chegou a vez de conhecer “Origens na Alma”, o novo espectáculo de Lura. A cantora vai apresentá-lo a Sintra, no dia 25 de Julho, no Centro Cultural Olga Cadaval.

A jovem cantora nasceu em Portugal, mas foi na cultura musical de Cabo Verde que se reconheceu e destacou como uma das vozes mais promissoras. Encontramo-la num ponto de encontro amadurecido entre a tradição das mornas, a sedução do R & B, a força da pop e a envolvência do jazz.

Com um tom de voz poderoso, Lura apresenta neste concerto um disco, «Origens na Alma», com o luxuoso recorte da sua qualidade e com 13 temas que não deixam ninguém indiferente”.

Os bilhetes para este espectáculo variam entre os 20 euros para a 1ª plateia e os 15 euros para a 2ª. Os jovens com menos de 18 anos e público com mais de 65 anos pagam 2,50 euros.

Lura – voz
Toy Vieira – piano
Vaiss – guitarra
Russo – baixo
Jair – percussão
Kau Paris – bateria
Guilhaume Singuer- violino

Site: Lura

Fevereiro 27, 2008

Carmen Souza – “Verdade”

Carmen Souza nascida em Portugal, filha de pais Cabo-verdianos, lançou o seu primeiro disco “Ess ê nha Cabo Verde” em 2005,tendo o mesmo recebido excelentes críticas da press internacional. O trabalho desta cantora/compositora/instrumentista é reconhecido no mercado World Music e na press Cabo-verdiana(USA, Holanda,Cabo Verde) como único e inovador, reflectido a evolução da Musica Cabo-verdiana. Carmen Souza apresenta um repertório totalmente original, assinando 100% das letras em crioulo, numa receita musical de qualidade superior que mistura com eficiência os ritmos tradicionais cabo-verdianos com influências mais contemporâneas do jazz/ fusão.
Carmen Souza tem apenas 26 anos e foi criada entre a cultura cabo-verdiana e a cultura europeia, por isso é natural que a sua música seja um reflexo dessa mistura.

A sua exposição internacional começa em 2005 com o convite da BBC3 para actuar no mítico Festival WOMAD (criado por Peter Gabriel) no Palco World on your Street Stage. Desde então fez já várias tours em Inglaterra, Canada e Korea do Sul como cabeça de cartaz em Festivais como SmallWorld Fest2006, Toronto Afro fest 2006, Vancouver Island Music fest2007, Ulsan World Music fest2007, etc.

O seu segundo disco “Verdade” Será editado em Fevereiro de 2008, pela label Alemã Connecting Cultures/Choice Music, editora responsável pelo desenvolvimento de carreiras como Yasmin Levy ou Marcel Khalife. O disco será distribuído “Worldwide” levando assim esta artista a promove-lo em 2008 por diversos países da Europa, América do Norte, Ásia e África. Inglaterra será a primeira paragem em Março de 2008 onde está agendada uma Tour de promoção do disco.

Carmen-voz: rhodes, guitarra
Theo Pas’cal: baixo
Victor Zamora: piano
Sebastian Sheriff: percussões
Paulo Rosa: percussões
Mick Trovoada: percussões
Tiago Santos: guitarra
João Maló: guitarra
Paulo Sérgio: piano

Local: Onda Jazz
Data: 28 de Fevereiro às 23:00
Entrada: 8€

Sites: Carmen Souza, Onda Jazz

Informação Onda Jazz

Fevereiro 20, 2008

Nancy Vieira – Paços da Cultura – São João da Madeira

“Na comemoração do Ano Europeu do Diálogo Intercultural, os Paços da Cultura promovem um concerto de música com a cabo-verdiana Nancy Vieira, na próxima sexta-feira, dia 22, pelas 21h45.

“Lus” é o título do terceiro álbum e consequente espectáculo da cantora cabo-verdiana Nancy Vieira. Nele, Nancy Vieira aposta no cruzamento das sonoridades cabo-verdianas, como a morna, a coladeira, o funaná e o batuque, com sons de outras paragens, nomeadamente do Brasil (samba e bossa nova, já adoptados como géneros musicais em Cabo Verde) e da América Latina – Peru (landón) e Cuba (danzón e son). Trata-se, enfim, de um encontro entre as raízes cabo-verdianas e uma universalidade musical.
Sendo um disco com uma sonoridade totalmente acústica, o novo album/espectáculo de Nancy Vieira realça não só a sua inegável qualidade vocal, mas também a qualidade musical do reportório seleccionado. Os arranjos, na sua maioria do também produtor musical Jorge Cervantes, tendem para uma assumida simplicidade.
Ao lado de composições de alguns dos melhores autores cabo-verdianos da actualidade, tais como Teófilo Chantre, Jon Luz, Princezito e Vadú, encontramos um tema da cantora, que divulga pela primeira vez a sua faceta de autora/compositora em “Vivê Sabin”.
Lus é um testemunho de tradição e de modernidade, de coragem e de amor, de paz e de luta, de destino e de saudade, de nostalgia e de alegria, de esperança e de festa, de uma cabo-verdiana no século XXI.”

Tudo leva a crer estarmos perante uma nova estrela da música de Cabo Verde.

Informação recolhida daqui

Create a free website or blog at WordPress.com.