Programa de Festas

Novembro 21, 2008

Exposição “Corpo e Matéria 5 Artistas da Madeira” – Prolongamento até 15 de Março de 2009

Exposição até 15 de Março de 2009. Todos os dias excepto segundas-feiras, das 10.00H ÀS 18.00H.

Depois do sucesso alcançado no Centro das Artes – Casa das Mudas, a exposição “Corpo e Matéria – Cinco Artistas da Madeira” é agora apresentada no Sintra Museu de Arte Moderna – Colecção Berardo.

Esta é uma exposição da Colecção Berardo comissariada por Romaric Sulger Büel, que reúne o trabalho de vários artistas madeirenses, aos quais se junta a obra da artista convidada Bridget Jones, fotógrafa inglesa radicada na Ilha da Madeira. Segundo Romaric Sulger Büel:

“O corpo e a matéria formam na realidade um tema único, porque o corpo é o próprio prolongamento da matéria do qual ele vem e ao qual voltará.
Cinco artistas apresentam (…) cinco caminhos diferentes, cinco explorações, às vezes opostas, mas sustentados pela mesma relação. Esses cinco (na realidade seis) têm um denominador comum, uma terra, um espaço: entre o céu e o mar. Desta ilha eles desenvolvem um trabalho, cada um com suas especificidades, compondo e recompondo um corpo em questão, um corpo, que cada um deles recria através da sua própria visão artística.

Esses artistas já reconhecidos nacional e internacionalmente devem compartilhar com o público (…) o resultado da sua busca formal e estética. Este é o propósito de Bridget Jones, DDiArte, Nini Andrade Silva, Emanuel Aguiar e Sílvio Cró, que precisam da força telúrica, da beleza e da particularidade insular da Madeira. É a partir dela que eles podem encontrar a energia, o fôlego para conceber e criar as suas obras e assim demonstrar lá fora, a vivacidade e o interesse da criação contemporânea da Madeira.”

“A oportunidade que lhes foi oferecida pelo Museu de Arte Moderna de Sintra permitir-lhes-á sair do âmbito insular para alcançar um público diferente, certamente mais vasto e curioso, que poderá descobrir a diversidade e a qualidade de expressão apaixonante de cinco criadores provenientes de uma parte de Portugal ao mesmo tempo próxima e distante.”

A não perder.

Fevereiro 19, 2008

Por uma vida melhor

A emigração portuguesa em França no final dos anos 50 pelo olhar do fotógrafo Gérald Bloncourt. Cerca de 50 fotografias que só agora chegam à luz do dia. Até 18 de Maio no Museu Colecção Berardo, em Lisboa.
Amigo dos fotógrafos Cartier Bresson e Willy Ronis, Gérald Bloncourt, nascido no Haiti em 1926, dedicou-se, para além da fotografia, também à pintura e à escrita. “Por Uma Vida Melhor” debruça-se nas imagens feitas por Bloncourt da comunidade portuguesa emigrante em França durante o final da década de 50, as condições desumanas em que viviam, o sofrimento e sua luta por melhores condições de vida, depois da fuga à ditadura e à pobreza em Portugal.

Museu Colecção Berardo, Centro Cultural de Belém

Até 18-05-2008, todos os dias das 10:00 às 19:00. Sexta das 10:00 às 22:00.

Entrada livre

Site no WordPress.com.