Programa de Festas

Março 20, 2010

ARTISTAS UNIDOS – Música – TEATRO!!

Filed under: música,teatro — profestas @ 12:14 am
Tags: , ,

Entramos na última semana de REI ÉDIPO e CANTIGAS DE UMA NOITE DE VERÃO. Entretanto Graça Lobo e Jorge Silva Melo lêem Mário Cesariny http://www.artistasunidos.pt/poesias_mario_cesariny.htmljá neste domingo…

…e continuamos a apresentar os nossos filmes sobre artistas na Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva. Desta vez sobre a cooperativa Gravura.
E no Dia Mundial do Teatro, 27 de Março, será emitida na Antena 2, a leitura de Morte em Tebas de Jon Fosse (integrada no projecto TEIA, TNDM II)

Celebrando o Dia Mundial da Poesia, Graça Lobo e Jorge Silva Melo lêem uma selecção de poesias de Mário Cesariny, poeta que sempre esteve próximo de Vieira da Silva e Arpad. 

Neste domingo 21, às 15h30 na Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, (Jardim das Amoreiras). Entrada livre.

REI ÉDIPO a partir de Sófocles

Com Diogo Infante, Lia Gama, Virgílio Castelo, António Simão, Cândido Ferreira, José Neves, António Banha, Pedro Gil, Américo Silva, André Patrício, Bernardo de Almeida, Daniel Pinto, David Pereira Bastos, Elmano Sancho, Estêvão Antunes, Hugo Bettencourt, Hugo Samora, João Meireles, João Miguel Rodrigues, João Delgado, Joaquim Pedro, John Romão, Manuel Sá Pessoa, Miguel Telmo, Miguel Aguiar, Pedro Lamas, Pedro Luzindro, Pedro Cardoso, Pedro Mendes, Ricardo Batista, Ruben Tiago, Tiago Matias,Tiago Mateus e as crianças Beatriz Lourenço e Neuza Campos | Beatriz Monteiro e Margarida Correia | Inês Antunes e Inês Constantino Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Música original Pedro Carneiro Espacialização e assistência musical André Sier Acompanhamento dramatúrgico José Pedro Serra Assistência de encenação Luís Filipe Costa, João Miguel Rodrigues, Pedro Lamas Assistência de produção João Meireles Versão e Encenação Jorge Silva Melo Co-produção Artistas Unidos / TNDM II em colaboração com a Orquestra de Câmara Portuguesa M12

SALA GARRETT DO TNDM II ATÉ 28 DE MARÇO
Quarta a Sábado às 21h30 / Domingo às 16h00
Espectáculo extra a 28 Março às 21h30

Neste domingo 21, às 15h30 na Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, (Jardim das Amoreiras). Entrada livre.

Consulte os ARTISTAS UNIDOS, vale a pena

CANTIGAS DE UMA NOITE DE VERÃO (uma peça de amores e desencontros) de David Greig e Gordon McIntyre

Tradução Pedro Marques e a colaboração de Miguel Castro Caldas Com Andreia Bento e Pedro Carraca Músico Miguel Fevereiro Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Encenação Franzisca Aarflot AGRADECIMENTOS Américo Silva e Tiago Matias UMA PRODUÇÃO Artistas Unidos / Teatro da Trindade / Fundação Inatel M16

SALA ESTÚDIO DA TRINDADE ATÉ 28 DE MARÇO
Quarta a Sábado às 21h45 / Domingo às 17h30
Espectáculo extra a 27 de Março às 17h30

Filmes sobre artistas na FASVS

Domingo 21, às 16h30 e a 28 às 15h30, com o documentário GRAVURA: ESTA MÚTUA APRENDIZAGEM de Jorge Silva Melo.

As sessões realizam-se dois domingos por mês, no Auditório da Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva (Jardim das Amoreiras) e a entrada é livre.

 Leitura de MORTE EM TEBAS de Jon Fosse

Tradução Pedro Porto Fernandes Com Elmano Sancho, Manuel Wiborg, Américo Silva, Jorge Silva Melo, Maria João Luis, John Romão, Filipe Costa, Tiago Matias, Vânia Rodrigues, Alexandra Viveiros, João Miguel Rodrigues, Pedro Lamas, Pedro Cardoso Direcção Jorge Silva Melo
A tradução teve o apoio do Norske Dramatikeres Forbund.
Esta leitura será transmitida na ANTENA 2 a 27 de Março (Dia Mundial do Te de Campo de Ourique, 120
1250-062 LISBOA
Tel/Fax: (00351) 213 876 078

info@artistasunidos.pt
www.artistasunidos.pt

Anúncios

Junho 27, 2008

A FELICIDADE – de Jorge Silva Melo

A FELICIDADE (c.m.) Com Fernando Lopes, Pedro Gil e Miguel Borges, Imagem José Luís Carvalhosa, Som Armanda Carvalho, Montagem Vitor Alves, Produção Manuel João Aguas e João Matos, Realização Jorge Silva Melo

No 16º Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema.

Dia 11 de Julho no Auditório Municipal de Vila do Conde.

Um pai e um filho. O pai terá setenta anos, o filho pouco mais de vinte. O filho leva o pai ao hospital. Na rádio, música clássica. O Exsultate, Jubilate de Mozart cantado por Teresa Stich Randall. Nem o pai sabia que o filho gostava de música clássica, nem o filho sabia que aquela seria a última conversa que teria com o pai.

Mas Mozart pede que as almas se alegrem, que os homens rejubilem.

Uma produção Artistas Unidos com o apoio financeiro de ICA/MC co-financiamento RTP

ISTO NÃO É UM CONCURSO – TRÊS PEÇAS INÉDITAS

TRÊS PEÇAS INÉDITAS de Luís Mestre, Ana Mendes e Inês Leitão

Com António Filipe, Cândido Ferreira, Custódia Gallego, João Delgado, Luís Godinho, Rosa Villa e Sofia Correia; Cenografia e figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos, Direcção dos espectáculos António Simão, João Meireles e João Miguel Rodrigues, Direcção de produção António Filipe e Luís Godinho, Coordenação Jorge Silva Melo e Andreia Bento.

“Trata.se de um projecto integrado no Festival de Teatro de Almada, a ver no Instituto Franco-Português de 4 a 18 de Julho

NUMA CERTA NOITE de Luís Mestre M|16

4 e 5 de Julho às 21h30 | 6 e 7 de Julho às 19h00

O LAGO de Ana Mendes M|12

9 e 10 de Julho às 21h30 | 11 e 12 de Julho às 19h00

A ÚLTIMA HISTÓRIA DE WERTHER de Inês Leitão M|16

15 e 16 de Julho às 21h30 | 17 e 18 de Julho às 19h00

Não, não é um concurso, é só uma hipótese. Não, não queremos concorrência, nem competitividade, nem empurrões uns aos outros. Queremos peças de teatro. De pessoas que conhecemos ou que não conhecemos. Queríamos que tivessem voz própria. Que fossem únicas. Frágeis, fortes, conseguidas, por acabar, por resolver, com interesse para nós”.

Instituto Franco-Português

Av. Luís Bívar, 91

1050-143 LISBOA

Reservas e informações: 961 960 281 (Artistas Unidos).

 

Junho 7, 2008

Últimos dias do XXXI FITEI- Festival Internacional de Expressão Ibérica

Para os últimos dias do Festival, que anunciámos aqui,  destaque para a presença do colectivo brasileiro Folias d’Arte com ‘Orestéia – O Canto do Bode’, a partir da trilogia de Ésquilo.

O espectáculo sobe ao palco do Mosteiro S. Bento da Vitória nos dias 7 e 8 de Junho, às 21h30 e encerra o 31º FITEI.

Os Artistas Unidos regressam pela segunda vez a esta edição do Festival, com mais uma peça de Juan Mayorga. ‘Últimas Palavras do Gorila Albino’ estará em cena no Teatro do Campo Alegre, dia 7, às 22h00.
Integrado no Serralves em Festa 2008, os Kamachátka são a proposta do FITEI para ver nos dias 7 e 8 de Junho, às 16h00.
Paralelamente, continuam patentes exposições, instalações e outras iniciativas.

Mais informações em www.fitei.com

Abril 4, 2008

Onde vamos morar – Convento das Mónicas – Teatro

onde vamos morar“ONDE VAMOS MORAR” de José Maria Vieira Mendes, produção dos Artistas Unidos, tem estreia marcada para o dia 10 de Abril, no Convento das Mónicas, ao Largo da Graça – Lisboa.

“De novo pais e de novo filhos. Américo é o pai, doente e solitário. Vítor, o seu filho, casado com Gabriela que o deixa para partir em viagem. Patrícia, a irmã de Gabriela, vive na casa da infância, vazia agora que os pais morreram. Gustavo regressou depois de vinte anos fora do país e procura uma casa onde ficar e o pai que já há muito não via. Mas encontra apenas Vânia, a sua meia-irmã, que está ainda no princípio. E por último Mário, que trabalha como estafeta para uma florista incompetente que se engana sucessivamente na morada dos clientes.

Uma nova peça de José Maria Vieira Mendes, escrita para os Artistas Unidos. Sete personagens deambulam pelas suas histórias e cruzam-se umas com as outras, numa teia irregular e esburacada que a todos une. Gente que entra e sai numa cidade onde muita coisa se esconde ou não se vê, onde as ruas ficam desertas à noite e por onde passa um comboio que não se sabe para onde vai. Desencontros, partidas e abandonos. Uma peça sobre a morte, sim, o escuro, claro, mas também sobre a distância, o regresso, o esquecimento e a procura de uma morada”.

GUSTAVO:  Tenho de comprar um mapa de jeito.
Pensava que me lembrava das ruas, mas nada.
Esta cidade engana

Com Andreia Bento, Cecília Henriques, Pedro Carmo, Pedro Gil, Pedro Lacerda, Sérgio Godinho e Sílvia Filipe
Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves
Luz Pedro Domingos
Encenação Jorge Silva Melo
Assistência de encenação Luís Godinho

Consultar Artistas Unidos para mais informações.

A fotografia é de Ricardo Jorge Carvalho

O Convento das Mónicas fica no Largo da Graça, em Lisboa. 

Create a free website or blog at WordPress.com.