Programa de Festas

Dezembro 21, 2007

Martinho da Arcada

Filed under: coisas boas — profestas @ 1:08 am
Tags: ,

Dentro de pouco tempo nem terá que apanhar sermões sobre os malefícios do tabaco, ou ter pesadelos sobre a nicotina, o monóxido de carbono e o alcatrão, pois se quiser ir beber uma bica ao seu café de bairro (e sem ser em copo de plástico, por assim dizer…) sentado na mesa do canto e, a seguir, fumar calmamente o seu cigarro, o mais certo é não o poder fazer. O cigarro, claro. Beber café, que se saiba, ainda vai sendo permitido.

Isto a propósito, ou a despropósito, do Martinho da Arcada, o café mais antigo de Lisboa, virado para o Terreiro do Paço. Um café secular feito de histórias do tempo onde pode participar nas suas tertúlias, ou simplesmente beber a tal bica, de preferência na esplanada, em dias de sol.

E no ambiente onde esteve Pessoa, Eça de Queirós, Bocage, Columbano, e tantos, tantos outros, nem se lembrará do tal cigarro, se optar por um almoço no espaço interior. E se se lembrar, deixe para mais tarde.

E também a propósito ou a despropósito, dependendo do acaso, observe aos domingos o Terreiro do Paço, o tal que nesse dia é das Pessoas, é “nosso”, sem popós, com exposições, livros, música, desporto e outras actividades.

Porque não ir á beira rio? O Tejo ali perto, lembrando o mar-rio de gente que nele viaja de entre uma e outra margem. O Tejo, o Terreiro do Paço, e os mil caminhos da sua imaginação.

Desenho de PMBC

Dezembro 8, 2007

Passeios a pé por Lisboa

Filed under: coisas boas — profestas @ 12:43 am
Tags: , , ,

Apesar de andarmos todos os dias por aqui nesta nossa Lisboa, pouco vemos e pouco sabemos daquilo que está mesmo à frente dos nossos olhares distraídos, apressados, preocupados. A Lisbon Walker propõe-nos, através de diversos passeios temáticos a pé, com guias qualificados, uma visão para os cerca de 2500 anos de história da nossa cidade. É só calçar os ténis, ir ter ao ponto de encontro indicado no site, e mergulhar no passado incrível da cidade com a luz mais linda do mundo.

Dezembro 6, 2007

A Tasca do Jaime

Filed under: coisas boas,fado,reportagem — profestas @ 9:33 pm
Tags: , , ,

 

Hugo

Fernanda Proença

Os pais de Camané e Pedro Moutinho (as 3 fotos acima)

Paulinho Silva e Lelo Nogueira

Uma fadista e duas “acompanhantes”…

Se for caminhando ao longo do percurso do eléctrico 28 na Rua da Graça, no passeio oposto ao do edifício imponente que alojou o Cinema Royale (onde foi exibido o primeiro filme sonoro em Portugal, segundo consta, e que hoje, infelizmente, aloja um Pingo Doce), não desista, continue.

Entre na “Tasca do Jaime”, onde há fado vadio nas tardes de Verão ou de Inverno, em todos os fins de semana e feriados. O ambiente não é criado para turistas, embora seja precisamente essa a marca que atrai muitos deles.

Sente-se e descanse, beba qualquer coisa, petisque, converse com os simpáticos donos, e oiça fadistas que actuam por puro prazer ao som da viola e da guitarra. Verá que vale a pena.

Novembro 27, 2007

Ele também há coisas boas…#2

Filed under: coisas boas — Dionisio Leitão @ 10:17 pm
Tags: , , ,

…como o café das lojas Portela, eleito pela revista Time Out como um dos melhores cafés de Lisboa, o que nós confirmamos.
E outras coisas boas, deliciosamente boas (passe o pleonasmo), como os rissóis da pastelaria Estrela da Graça, em pleno coração do Largo da Graça. Daqueles que têm um recheio macio e inconfundível, e fazem “água na boca”, e pedem mais e mais (só mais um, pelo menos). Serão dos melhores rissóis de Lisboa? São, acreditem.
E os xíxaros? Um bolinho que só ali se fabrica? Um gostinho a conventual?
Com o rissol e o xíxaro, fica-se com um sorriso. E o bolso não se lamenta de tão pequeno estrago perante tão grande e simples delícia.

Novembro 11, 2007

Ele também há coisas boas… #1

Filed under: coisas boas — Dionisio Leitão @ 9:26 pm
Tags: , , ,

“O presidente da Câmara, António Costa, deu a ordem e de novo se fez luz, depois de um longo tempo em que o Aqueduto das Águas Livres esteve às escuras. Foi ao cair da noite do dia 8 de Novembro e a beleza do efeito não se fez esperar.” – Do site da Câmara Municipal de Lisboa

O nosso comentário: bom seria que também se fizesse luz sobre muitas outras coisas nesta nossa cidade de Lisboa…

Informação e foto retiradas do site da Câmara Municipal de Lisboa
« Página anterior

Site no WordPress.com.