Programa de Festas

Novembro 9, 2008

“Kova M Studio” – Cova da Moura – Rap – Nuno Santos, Chullage

Tem apenas alguns metros quadrados, mas traz a um dos mais estigmatizados bairros portugueses a esperança de se fazer ouvir. Sábado, a Cova da Moura concretiza o sonho de ter um estúdio de música, escreve a Lusa.

Há muito que a Associação Cultural Moinho da Juventude, que esta semana celebra 21 anos, procurava criar um espaço onde os jovens desta zona da Amadora pudessem estar ocupados a «fazer som», sobretudo rap, dando voz a uma das suas principais paixões.

Enquanto o projecto não avançava, por dificuldades financeiras, a opção foi apostar na formação musical numa das salas do Moinho, com algum equipamento de gravação, mas sem o isolamento acústico necessário.

«Foi uma luta de quatro ou cinco anos até conseguir o dinheiro todo e uma obra de oito meses. Houve várias coisas pelo meio, tivemos mesmo de parar as obras, mas arranjamos financiamento [em concertos, por exemplo] e houve um donativo anónimo, de uma pessoa que se vai apresentar sábado», conta Heidir Correia, animador da associação, preferindo não revelar montantes.

Hoje, reunidas as condições técnicas exigidas, os dez assíduos participantes do ateliê orientado pelo «rapper» Chullage e outros jovens que por lá passam têm finalmente a oportunidade de gravar no «Kova M Studio» o que «têm a dizer sobre a sociedade, o bairro, o mundo ou o amor», como aponta Heidir.

Kromo Di Ghetto, de 26 anos, é um dos mais antigos elementos do grupo.

Dedicado à música desde os 15, alia à capacidade de improvisar, inclusive em crioulo, tudo o que ali aprendeu a nível de composição, captação de voz, edição e mistura.

«Antes as condições não eram propícias para gravar. Agora, sim senhor, é algo mesmo muito enriquecedor, que vários bairros ambicionam», diz o MC (mestre de cerimónias), lembrando que reunir montantes como 40 ou 50 euros para gravar uma faixa, sem a mistura, não está ao alcance da maioria dos moradores dos bairros «sem recursos».

Também Nuno Santos, Chullage no meio artístico, não tem medo de provar que «podem nascer rosas no cimento» e acredita que tem entre os seus formandos talentos com muito potencial, alguns deles com um verdadeiro dom.

Para o músico, criado num bairro degradado do Monte da Caparica, estes jovens têm no «Kova M Studio» uma oportunidade de dar os primeiros passos rumo a uma carreira, mas devem manter em mente que a indústria está cada vez mais competitiva e que a aprendizagem é um processo longo e permanente.

Ler uma interessante entrevista com Chullage, aqui.

Chullage é sem dúvida um dos MC’s mais respeitados no Hip Hop nacional.

Lido também aqui

 

Chullage

Myspace de Chullage

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: