Programa de Festas

Novembro 1, 2008

OS ANTÍLOPES – Teatro Municipal de Almada

Os antílopes (já apresentado na Suécia, França e Alemanha, e agora com estreia absoluta em Portugal), de Henning Mankell, e encenação de Solveig Nordlund, conta a história de um casal de cooperantes brancos que aguarda a chegada do seu sucessor para poder voltar à Suécia, após mais de dez anos em África. O autor não tem piedade para com estas personagens, que não são nem colonialistas nem exploradores: são simplesmente técnicos fora do seu ambiente natural, confusos, despistados e cheios de medo. Não se trata de uma peça militante, nem de um panfleto político. Não é um texto realista. Parece mais um sonho delirante, uma ilusão óptica, um acumular absurdo de catástrofes. Tudo aqui é falso, ilógico e irreal.

A memória desliza, o calor ofusca o pensamento. As personagens sonham. Se calhar nem estão em África. Nós estamos longe de África mas ela não nos larga. Às vezes pensamos naquele continente e nas suas maldições: a SIDA, a desertificação, a fome, as guerras étnicas. Mandamos voluntários para lá, mandamos tropas e financiamentos que alimentam a corrupção. Mas de facto não fazemos nada e o sentido de culpa não nos larga: esta dança de morte grotesca, de Mankell, é testemunho disso mesmo.

Solveig Nordlund

Na sequência da estreia de Os antílopes, o TMA inaugura na sua Galeria uma exposição de pintura de Solveig Nordlund e organiza, em parceria com o Fórum Romeu Correia, um ciclo de cinema dedicado a esta realizadora.

Henning Mankell, escritor e argumentista, nasceu em 1948 na Suécia. Casado com a filha de Ingmar Bergman, foi durante muito tempo dramaturgo e encenador. O seu primeiro romance foi publicado em 1973, mas foi com a obra Assassino sem rosto que se tornou conhecido em todo o Mundo, sendo um autor frequentemente premiado. Desde há muito tempo que Mankell divide o seu tempo entre a Suécia e Moçambique, onde trabalha como Director do Teatro Avenida, para o qual escreve e encena.

Intérpretes Isabel Muñoz Cardoso, José Airosa, Rogério Vieira
Tradução Solveig Nordlund e Armando Silva Carvalho
Cenário e figurinos Ana Paula Rocha
Luz Acácio de Almeida
Assistência de encenação Joana Bárcia
Assistente de cenografia Henrique Malta

Em cena até 30 de Novembro.

Preço Entrada: 5 a 11 €

Horários: 4.ª a Sáb. às 21.30; Dom. às 16.00

Sala: Sala Experimental
Endereço: Avenida Professor Egas Moniz, 2804-503 ALMADA
Telefone: 212739360

Para mais informações consulte o site abaixo.

Teatro Municipal de Almada  –  Com o apoio da Embaixada da Suécia em Lisboa

Advertisements

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: