Programa de Festas

Agosto 11, 2008

Festival Internacional de Máscaras e Comediantes

CASTELO SÃO JORGE & MUSEU DA MARIONETA | 18 a 31 Agosto

VII Edição do FIMC

Começa já no próximo dia 18 de Agosto a 7ª edição do Festival Internacional de Máscaras e Comediantes. A primeira das actividades programadas é o estágio de máscaras, dirigido por Mário Gonzalez, no Museu da Marioneta, de 18 de Agosto a 22 de Agosto.

O primeiro espectáculo do Festival – “Splash”, pelo Teatro Regional da Serra de Montemuro – sobe a cena a 21 de Agosto, quinta-feira, pelas 22h00, no Castelo de S. Jorge. Uma criação colectiva da companhia encenada por Nuno Pino Custódio, que alia as técnicas tradicionais da comedia dell´arte às linguagens mais contemporâneas do teatro de máscara.

Um espectáculo que fala de um rio que desune, ao invés de suscitar a partilha. Que fala do verbo Ter, como se fosse uma ópera. Que fala só na pele do Pantalone (de seis Pantalones!, de duas famílias de Pantalones!!), figura emblemática da Commedia dell´Arte, representante supremo da cobiça e da avareza.

Um espectáculo que fala de um rio que desune, ao invés de suscitar a partilha. Que fala do verbo Ter, como se fosse uma ópera. Que fala só na pele do Pantalone (de seis Pantalones!, de duas famílias de Pantalones!!), figura emblemática da Commedia dell´Arte, representante supremo da cobiça e da avareza.

Os espectáculos continuam, até ao final do mês, com apresentação de quinta a sábado, no Castelo de S. Jorge e aos domingos, no Museu da Marioneta. Nesta edição, as peças do Museu da Marioneta, sempre às 17h00, destinam-se aos mais novos, sendo a outra novidade do programa a existência de encenação de rua no Castelo, de quinta a sábado, a cargo das companhias portuguesas Gazua Teatro de Rua e Sérgio Fernandes.

Por motivos de doença de um dos actores, o espectáculo inicialmente previsto “Otário Doing Again”, da companhia anfitriã FC Produções Teatrais, teve de ser substituído pela peça “A História do Tigre”, com texto de Dario Fo e interpretação de Filipe Crawford.

Castelo de São Jorge & Museu da Marioneta – 18 a 31 Agosto
Maiores de 6 anos e maiores de 12 anos e maiores de 16 anos
Bilhetes à venda na bilheteira do Castelo São Jorge e do Museu da Marioneta
Castelo de São Jorge | 5ª a sábado | 22H00

21 Agosto | “SPLASH”, pelo Teatro Regional da Serra de Montemuro –  M/6 | 60 min.- 22h00

22 Agosto | “Bucket”, por Teatro Palmilha Dentada – M/16 | 90 min.- Teatro da Palmilha Dentada – Castelo de São Jorge (Castelejo) – 22h00

Um balde divide o mundo. Havendo um balde, há o que está dentro e o que está fora. De pernas para o ar é um banco. Com um pé dentro é um gag antigo. Empilhados, uma torre. Numa loja de cristais é um erro, na construção civil uma constante, se tiver um furo é inútil, se tiver muitos, dependurado num ramo de árvore, é um chuveiro. Há baldes que são dois, meio balde de detergente, meio balde de água limpa. Um balde é também um bom ponto de partida para as historias que se querem contar.

23 de Agosto,  22h00 -“DOM JUAN IMPUNI” – Castelo de São Jorge (Castelejo)- M/12 | 90 min.-Cie. Java Rebelle

Esta é uma segunda versão do “D. Juan” criado em 2002 pela mesma equipa artística. Depois de mais de 50 representações muito bem sucedidas, Mario Gonzalez resolve radicalizar a sua proposta e retrabalhar esta peça, mostrando um D. Juan mais agnóstico. São eliminadas todas as referências a um comandante e eliminada a punição de D. Juan. Para Mario Gonzalez esta punição não é senão uma desculpa criada pela censura da época de forma a contarem a sua história.

O espectáculo termina com a apresentação do célebre monólogo sobre a hipocrisia o que lhe confere uma actualidade perturbadora.

24 de Agosto, 17h00 – “TRISTAN CARA DE CAN”, M/6 | 50 min. – Cie. Elefante Elegante – Museu da Marioneta (Capela)

O espectáculo conta a história de “Tristão cara de cão”. Um dia, tão triste que estava, decide viver sem coração e oferece-o a um pássaro, que o leva para muito longe dali. Tristão passa os dias “a ladrar” e desconfiado, sem esboçar o mais pequeno sorriso. Dentro de uma misteriosa caixa aparece uma boneca de trapo que vai tentar de tudo para fazer rir o nosso personagem. Será ela capaz?

28 de Agosto, 22h00 – “NOVECENTOS, O PIANISTA DO OCEANO” – Castelo de São Jorge (Castelejo) – M/12 | 90 min.- Teatro Peripécia

Novecentos é o nome do pianista excepcional que nunca desceu do Virginian – o paquete que recorria nos princípios do século XX as rotas de emigrantes e milionários entre a Europa e a América. Rezava a lenda que a bordo do Virgínian havia um tipo que do piano fazia sair notas que não eram normais, que só ele era capaz de arrancar. Nesta peça cabem o humor, a poesia e a música ao vivo, interpretada por dois clarinetistas, e em que cada actor interpreta várias personagens com a espontaneidade dos contadores de histórias, à mistura com a ironia dos entertainers e o humor inocente dos clowns.

29 de Agosto, 22h00 – alteração por motivo de doença de actor – Castelo de São Jorge (Castelejo) – “A HISTÓRIA DO TIGRE”, M/12 | 90 min. – FC Produções Teatrais

“A História do Tigre” estreou-se em Janeiro de 1991 quando Filipe Crawford ainda dirigia a Meia Preta. Aclamado pela crítica e solicitado pelo público, o espectáculo tem-se mantido em cena desde então, sendo um dos mais emblemáticos exemplos da arte de representar com máscara.

O texto de Dario Fo, inspirado no teatro popular e marginal chinês, conta a história de um soldado que durante a Grande Marcha é ferido e se refugia numa gruta nos Himalayas. Aí o soldado encontra uma tigresa mais o seu filhote e graças ao Tigre consegue sobreviver.

O Tigre para os chineses tem um significado simbólico preciso: diz-se que uma mulher, um homem, um povo, “têm o Tigre”, quando frente a grandes dificuldades, no momento em que a maior parte foge, eles pelo contrário persistem, aguentam e resistem.

O espectáculo é interpretado por Filipe Crawford com a ajuda de uma Máscara Balinesa. O texto e a situação do contador de histórias prestam-se a uma demonstração prática da Técnica da Máscara, nas suas potencialidades gestuais e interpretativas.

30 de Agosto, 22h00 – “SCARAMUCCIA”, M/12 | 105 min.- Castelo de São Jorge (Castelejo)

Academie Internationale Des Arts Du Spectacle – Scaramuccia é um mega-imbróglio onde o amor, o dinheiro, as emboscadas, as perseguições, as mímicas, as danças e os cantos fazem as suas honras numa obra romanesca interpretada por jovens actores rendidos à arte da comédia.

31 de Agosto, domingo, 17h00- “MAGA MARIPOSA”, M/6 | 45 min.- Daniela Altieri – Museu da Marioneta (Capela)

Uma mulher conta histórias de terras próximas e longínquas, que se transmitem e mudam ao longo dos séculos; um espaço onde o teatro é ainda um acto necessário, simples, que se alimenta das diversidades e procura na oralidade uma expressão ancestral.

Um velho pescador encontra um caranguejo vermelho muito grande… Este ser poderoso chega num dia de tristeza e pobreza para transformar a vida e enriquecê-la.

ANIMAÇÕES – 21, 29 e 30 de Agosto, 17h00 e 18h30 – Castelo de São Jorge

ANIMAÇÕES CIRCENSES/MALABARISMOS – Sérgio Fernandes Animações

22, 23 e 28 de Agosto, 17h00 e 18h30 – Castelo de São Jorge – “OS BANHISTAS”, “SPACE AUZAG” e “CÓDIGO SECRETO”

Gazua Teatro de Rua

ESTÁGIO DE MÁSCARAS – Por Mario Gonzales – 18 a 22 de Agosto

Museu da Marioneta – Das 10h30 às 13h30 e das 15h00 às 18h00 – Inscrições prévias

“A máscara neutra, do meu ponto de vista, é a base de todo o trabalho do actor, equivalente às escalas na música e a preparação indispensável para a utilização da máscara expressiva. É uma base neutra, a preto e branco, sem sentimentos e emoções, que se pratica através do exercício colectivo do Coro, disciplina da escuta, do espaço, da memória, da confiança no outro e em si próprio. Com a máscara expressiva trabalha-se a interpretação com o vestuário, a maquilhagem, os volumes, a cor, as palavras, o canto, os sentimentos e a emoção.

Trata-se de reinventar uma nova tradição na linhagem directa da Commedia dell’Arte e descobrir novos criadores e intérpretes.”

Mario Gonzalez

EGEAC- Tel. 21 882 00 90 – E-mail: geral@egeac.pthttp://www.egeac.pt

Bilhetes e Reservas – Preçário – 10,00 € normal; 7,50 € com desconto (65, profissionais das artes do espectáculo); 5,00 € para <12 nos espectáculos no Museu da Marioneta

CASTELO DE S. JORGE – 21 880 06 20

MUSEU DA MARIONETA – Tel.: 21 394 28 10

Consulte este documento

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: